Principais Festividades

Festa de Natal 
Na quadra Natalícia, para além de espectáculos dedicados às crianças, promovidos pelas diversas Instituições, realiza-se no Domingo antes ao dia de Natal, uma festa no Salão Paroquial dedicada à população e na qual participam a maioria dos Órgãos da Freguesia.

Corso Carnavalesco 
Desfile efectuado no domingo que antecede o Carnaval, organizado pela Casa do Povo com a colaboração das forças vivas da localidade. Este desfile realizou-se pela primeira vez no ano de 1979.

Festa de São José
São José, Padroeiro da Igreja Universal. O seu dia, 19 de Março, é comemorado no Pico da Pedra, com tríduo preparatório e celebração eucarística no dia próprio. Esta devoção dos picopedrenses por São José já é centenária, realizando-se desde 1888.

Procissão do senhor aos Enfermos 
Realiza-se todos aos anos na manhã do Domingo de Páscoa. As ruas são enfeitadas a preceito com flores a aparas de madeira coloridas. A procissão percorre as ruas onde há pessoas que não se podem deslocar à igreja e a quem é dada a comunhão. É costume nesta procissão as crianças da localidade levarem ofertas de doces a casa enfermo.

Festa de Nossa Senhora dos Prazeres 
A festa de Nossa Senhora dos Prazeres tem lugar todos os anos no terceiro Domingo de Setembro, com a procissão e arraias. As festas começam normalmente no Sábado, com inauguração da iluminação da fachada da Igreja e terminam na quarta-feira seguintes, com a festa de convívio com os emigrantes, que nos visitam por aquela altura.

Dia do Pico da Pedra 
A 16 de Junho de 1835 é o dia em que o Pico da Pedra foi elevado a freguesia. A partir de 1991, por iniciativa da Junta de Freguesia passou-se a comemorar esta data.

Nestas comemorações as diversas Juntas de Freguesia têm-se empenhado para que elas não sejam apenas meras actividades recreativas ou de entretenimento despojadas de conteúdo, mas que cada uma delas tenha o sentido de fraternidade, da alegria e que tragam aos picopedrenses algo que os enriqueça culturalmente. Daí que as Comemorações do Dia do Pico da Pedra – integradas ou não nas Semanas Culturais – têm sido autênticos dias de festa de aniversário, em que nestes anos, após a sessão solene do dia 16 e a alegria da serenata no adro da igreja – quando o tempo permite – não tem faltado também o bolo e o champanhe distribuído por todos e os vivas ao Pico da Pedra, como numa autêntica festa familiar.